Perguntas Frequentes [email protected] May 28, 2024

FAQ

Perguntas e respostas mais frequentes

Websites

Em primeiro lugar precisamos conhecer melhor o seu projeto e o seu negócio, ter uma ideia geral das suas necessidades, através da realização de um briefing. Quanto mais detalhes tivermos a respeito do seu projeto, desde os objetivos, funcionalidades, estilo, cores, modelos de sites que gosta, entre outros, irá ajudar a criar um orçamento.

Só podemos iniciar um projeto quando tivermos do nosso lado o conteúdo necessário para a sua execução. Isto para evitar falhas nos prazos de entrega do projeto. No entanto, para uma apresentação de Layout, podemos iniciar o trabalho com:

1- Nome, descrição e logotipo da empresa;

2- Ideia geral do site;

3- Estrutura de navegação e páginas a criar;

4- Imagens e Textos

Site ou layout responsivo, é quando o site automaticamente se adapta ao dispositivo do utilizador (desktop, smartphone, tablet, etc).

Um site responsivo muda a sua aparência e disposição dos conteúdos com base no tamanho do ecrã em que o site é exibido. Caso o utilizador esteja a utilizar um ecrã pequeno, os elementos reorganizam-se para lhe mostrar as coisas principais em primeiro lugar.

Em smartphones a navegação e experiência do utilizador torna-se difícil e limitada tendo que usar recursos de zoom in e out para ler a página na integra. Outros detalhes como botões e menus ficam desformatados pois não foram feitos para esse dispositivo ou resolução.

Hoje é fundamental que o seu site seja responsivo, não só pela experiência de navegação do utilizador, mas também para ficar melhor posicionado nos motores de pesquisa e aumentar a relevância. O Google estabeleceu a compatibilidade mobile como um dos factores de posicionamento nos resultados de pesquisa.

Aparecer bem posicionado numa pesquisa do Google depende de diversos factores, como por exemplo, localização geográfica de quem pesquisa, pelo que os seus concorrentes fazem e pela forma como a comunidade “online” valoriza o seu site, quanto mais acessos ao seu site e mais partilhas de páginas do seu site houver, maior a probabilidade de obter um bom resultado numa pesquisa.

Existem, no entanto, uma série de fatores que são conhecidos e devem ser trabalhados, a que vulgarmente se chama: SEO (search engine optimization ou otimização para motores de pesquisa).

Estas técnicas utilizam diversas ferramentas que são aplicadas em todo o ciclo de vida de um site, desde o design ao desenvolvimento do site. Este trabalho é contínuo, citando a própria Google: “Não abandona a sua loja durante 6 meses, pois não? Então também não o deve fazer com o seu site.” Manter o site atualizado é essencial: partilhe informação relevante para o seu cliente.

É fácil, gratuito e sem compromisso receber um orçamento para a Criação de Sites. Precisámos apenas de saber quais os serviços que pretende contratar e os objetivos que deseja alcançar, para então apresentarmos a nossa melhor solução. Pedir Orçamento aqui.

Sim, é possível. Iremos analisar o seu site atual e depois enviaremos as nossas sugestões assim como o orçamento para o seu novo site.

A nossa metodologia de criação de sites está dividida em 6 etapas:

1 – Análise de Requisitos

2 – Definição da Estratégia a implementar

3 – Criação do Design do site

4 – Implementação das funcionalidades

5 – Ativação e divulgação do site

6 – Otimização através da análise de resultados

O Projeto dará início após a assinatura do contrato e pagamento do valor inicial. O  cliente é responsável pelo envio dos conteúdos e a equipa da TARGX é responsável pela criação e desenvolvimento do site.

Poderá entrar em contacto com a nossa equipa através do número 914908430, pelo email [email protected], através do formulário de contacto ou ainda fazer um pedido de orçamento.

SEO significa Search Engine Optimization, ou em português Otimização de Sites. O SEO é nada mais do que a otimização das várias páginas de um site, de forma a obter um melhor posicionamento nos motores de pesquisa.

Vários estudos apontam que mais de 50% das visitas de um site fazem-se a partir de pesquisas em motores de pesquisa, daí a importância dos sites terem um bom resultado.

Apesar do Google e outras empresas de motores de pesquisa não divulgaram os fatores que influenciam o posicionamento numa página de resultados, estão identificadas uma série de boas práticas que devem ser levadas em conta na criação de um site. Alguns exemplos: boas práticas na programação, otimização de conteúdos (visíveis ao utilizador e não só), ligações do site com outros sites (por exemplo, partilhas nas redes sociais ou referência nos sites).

Todos os sites e lojas online são desenvolvidos e implementados de acordo com as boas práticas de SEO “optimização para os motores de pesquisa” onde são controladas as configurações de servidor, tempo de carregamento das páginas, otimização para dispositivos móveis e registos nos motores de pesquisa. No entanto a otimização de conteúdos para que tenha a possibilidade de aparecer por pesquisa de palavras chave é realizada sob orçamento.

Normalmente, o Google demora aproximadamente 3 a 4 semanas para localizar o seu site online. Realizamos processos para agilizar este tempo, porém não temos controlo sobre isso.

Para aparecer na primeira página dos resultados de pesquisa do Google, são necessárias estratégias de SEO e e publicidade online. Após a conclusão da criação do site disponibilizámos um conjunto de serviços de marketing digital de acordo com os objetivos de cada cliente.

O tempo e preço médio para a criação de um site varia de acordo com o tempo necessário e a complexidade do projeto, das funcionalidades que serão implementadas, quantidade de páginas, nº de formulários, tamanho da base de dados, etc.

O seu novo site poderá ser publicado online no prazo de 30 dias, dependendo da sua complexidade e caso não exista atrasos no envio dos conteúdos e respetivas validações.

A criação de logotipo não está incluída no desenvolvimento site, mas a TARGX através da TX Design também disponibiliza aos seus clientes o serviço de design gráfico. Envie-nos mais informações sobre aquilo que pretende e faremos um orçamento.

A maior vantagem de usar um sistema de gestão de conteúdos é que é muito mais fácil manter e atualizar qualquer informação: notícias, imagens, textos, menus, catálogo de produtos/serviços, agenda de eventos, promoções… Qualquer pessoa, mesmo sem experiência em programação, pode facilmente manter e atualizar o site. E isto com acesso em qualquer posto, basta que tenha acesso à internet e um login ao backoffice do site.

Recomendamos uma solução com gestão de conteúdos quando uma empresa tem uma política de comunicação ativa e pretende atualizar frequentemente o site, ou um catálogo/ portfólio muito extenso e/ou com necessidade de atualizações frequentes.

Quando se ouve dizer que um site tem Backoffice, ou CMS (Content Managment System) ou Painel de Administração ou Gestão de Conteúdos são sites que são construídos sobre uma plataforma que permite aos utilizadores atualizarem o site, mesmo sem conhecimentos de programação.

O acesso ao backoffice, ou seja, a área reservada do site que permite a sua edição, é feito através de um utilizador e uma password, assegurando a integridade da informação publicada.

Uma das plataformas de gestão de conteúdos mais utilizada no mercado é o WordPress. A TARGX através da TX Development desenvolve sites utilizando esta plataforma.

Todos os sites que desenvolvemos têm por padrão um formulário de contacto configurado com os campos Nome, Email, Assunto e Mensagem. Se o cliente pretender mais formulários no seu site ou outros campos personalizados deverá solicitar um orçamento.

Por padrão é configurado apenas um mapa de localização Google Maps, de acordo com as instruções do cliente. Se o cliente pretender mais inserir mais mapas google maps no site ou outros mapas personalizados deverá solicitar um orçamento.

Lojas Online

Como o próprio nome indica, uma loja online é um espaço onde você pode divulgar e vender os seus produtos ou serviços.

Para comprar artigos, o cliente precisa entrar no site ou aplicação da marca, adicionar os artigos a um carrinho de compras virtual e pagar para finalizar a compra.

A diferença para uma loja física é que a loja online não necessita de um espaço físico para funcionar, pois fica alojada na internet.

  • Ao optar por lançar seu negócio online você evita muitas burocracias que teria com a instalação e manutenção de um estabelecimento físico.

  • Além do trabalho, que é muito menor, os custos de uma loja online também são mais leves.

  • Como as vendas não estão limitadas a apenas uma localidade, o público de consumidores em potencial aumenta significativamente.

  • As lojas online funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana, o que faz com que elas estejam disponíveis para o cliente comprar em qualquer momento.

  • pesquisa é rápida e intuitiva, podendo ser feita por artigo ou categoria;

  • Grande variedade de meios de pagamento disponíveis;

  • Possibilidade de personalizar o layout da sua loja online;

  • Rápida implementação, aliada a uma gestão simples do seu funcionamento;

  • consumidor terá acesso a informações acerca do estado da sua encomenda utilizando a área restrita da loja online;

  • Os produtos ou serviços podem ser facilmente partilhados nas redes sociais;

  • Possibilidade de adicionar várias fotos do mesmo produto, o que resulta numa aproximação do consumidor ao produto;

  • Pode manter o contacto com os seus consumidores através do envio de newsletters;

  • Terá acesso a dados estatísticos importantes que serão um excelente ponto de partida para o crescimento da loja;

Para publicar uma loja na internet são necessários: um domínio, alojamento web e uma plataforma.

Domínio: é o endereço por meio do qual as pessoas conseguirão visualizar os seus produtos ou serviços (ex.: www.lojadomeunegocio.pt). É necessário pagar uma anuidade.

Alojamento Web: numa loja física ou você é dono do local ou aluga-o. Na internet não é muito diferente. O alojamento é onde os ficheiros do seu site serão armazenados. É preciso pagar uma anuidade também.

Plataforma: A plataforma escolhida vai depender das necessidades do projeto. As plataformas que trabalhamos habitualmente são: o WooCommerce ou o PrestaShop e para projetos mais complexos o Magento ou mesmo desenvolvimento à medida.

  1. Pesquisa de mercado
  2. Planeamento
  3. Escolher o alojamento, domínio, plataforma  e desenvolvimento do site de vendas;
  4. Decidir como vai expedir os seus produtos e qual a limitação geográfica;
  5. Escolher as formas de pagamento e qual o tipo de presença que quer ter na internet;
  6. Criar uma conta bancária comercial;
  7. Fazer uma pesquisa pelos termos mais pesquisados pelos potenciais clientes;
  8. Preparar toda a informação associada aos seus produtos e introduzir os mesmos na loja;
  9. Testar o website e melhorar todos os aspetos considerados essenciais;
  10. Promover o website e garantir um excelente apoio ao cliente;

Os recursos que não podem faltar numa loja online são:

  • Acesso rápido a informações básicas como as formas de pagamento e política de devoluções;
  • Acompanhamento da encomenda por parte do cliente;
  • Automatização de processos básicos;
  • Certificado de segurança, anti-virus, anti-spam e sistema de backups;
  • Checkout simples e que não deixe dúvidas ao consumidor;
  • Informação clara em relação aos portes de envio;
  • Design responsivo, adaptado a todos os tamanhos de ecrã;
  • Layout simples e intuitivo;
  • Funcionalidade de recuperação de carrinho abandonado.

Em Portugal – e não só – a venda de produtos online está associada a alguns processos burocráticos que não pode deixar passar. Alguns dos mais importantes são:

  • Abertura de atividade nas finanças: a loja online deve estar preparada para passar faturas aos consumidores, portanto o registo deve ser feito nas finanças. Pode concluir este processo online ou numa entidade física, mas consulte sempre um profissional na área;
  • Limitação geográfica: esta informação deve estar visível para o seu consumidor e não devem existir dúvidas acerca da mesma;
  • Meios de pagamento: deve saber, previamente, quais os meios de pagamento a serem utilizados e configurar as contas associadas;
  • Termos e condições, política de privacidade e livro de reclamações online: estas três páginas são obrigatórias e devem estar visíveis no seu website para que o consumidor tenha acesso às mesmas sem qualquer problema;

Apesar da criação de uma loja online ter custos, são muitos inferiores à abertura de um estabelecimento físico. Os custos são:

  • Abertura de empresa/registo da marca;
  • Criação de uma loja online de acordo com a missão e valores da marca;
  • Investimento em marketing (SEO, Publicidade Online, Email Marketing, Redes Sociais, entre outros);
  • Registo do domínio e compra de alojamento;
  • Serviços que permitam a automatização de tarefas no ecommerce;
  • Por último, se for o caso, o investimento em stock;

Os custos de envio devem ser calculados com base em vários fatores. Por exemplo, o envio será apenas para Portugal ou para toda a Europa? O envio será feito através de uma transportadora? E quanto aos portes, serão grátis a partir de determinado valor?

Estas informações devem ser bem destacadas para o consumidor.

Assim que o website for lançado, o primeiro passo é testar o mesmo e tratar de melhorar algumas questões que não tenham a qualidade ou o funcionamento exigido. Esse teste pode ser a nível da visibilidade em diferentes dispositivos, o funcionamento dos links ou até dos formulários, assim como o tempo de carregamento.

Feito o teste e tendo sido feito o lançamento oficial, chegou o momento de promover o website. Deve ser delineada uma estratégia de marketing digital e selecionar as melhores técnicas em função dos objetivos e orçamento, nomeadamente SEO, email marketing, a utilização de redes sociais, etc.

Se tiver orçamento para investimento em publicidade no offline ou no online, também pode ser uma excelente opção para o crescimento da sua marca e, consequentemente, o aumento das vendas. O importante, na realidade, é não ficar apenas à espera das vendas.

Além do marketing digital, também é essencial investir em técnicas para fidelização dos clientes. Para tal deve ter em atenção o atendimento ao cliente, pois além de apoiar na finalização da compra, também irá ajudar a manter os consumidores após a mesma.

Esse apoio ou suporte pode ser feito através de uma página de perguntas frequentes, de um chat encontrado no próprio website, do email marketing ou do acesso aos contactos.

Se você já tem uma loja online, nós na TARGX, podemos potenciar as suas vendas e gerar um aumento no lucro. Muitas vezes, é necessário fazer mudanças no planeamento para que o seu ecommerce tenha melhores resultados.

consultoria é essencial para diagnosticar problemas, propor soluções e aumentar a rentabilidade do seu negócio.

O nosso papel é identificar possíveis problemas no desempenho da sua loja, e criar ações para que os objetivos sejam atingidos.

Atualização de Conteúdos

Não basta ter um excelente site na internet, fazer publicidade e receber centenas de visitantes diariamente. Se o seu site não for constantemente atualizado, os seus utilizadores vão começar a perder o interesse nele, pois ninguém gosta de ler o mesmo livro várias vezes ou ver sempre as mesmas imagens, por isso a manutenção de um site é extremamente importante.

Aconselhamos sempre os nossos clientes a inserirem novas imagens, textos, vídeos, artigos, eventos, produtos, para isso a importância da contratação de um plano de manutenção para o seu site, dessa forma terá a certeza que haverá um profissional à sua disposição para executar essas tarefas.

Inserindo novidades no seu site ele será visitado mais vezes novamente e para os motores de pesquisa isso é um factor muito importante no ranking. Você irá ter esta necessidade de fazer atualizações constantes no site, podendo ser semanais ou mensais, mas elas irão ser responsáveis pelo seu site ser melhor que o dos seus concorrentes.

A manutenção de um website apresenta as seguintes vantagens:

• Um profissional dedicado ao site, verificando questões de segurança de sistema e servidor de alojamento;

• Atualizações no site, como novos textos, imagens, produtos, campanhas publicitárias, etc.

• Suporte para apoiar as suas necessidades;

• Valores mais em conta pelo pacote de manutenção em comparação com a contratação de serviços de forma individualizada.

Todos os textos e imagens do site devem ser enviados pelo cliente, a nossa equipa não se responsabiliza por possíveis erros que possam existir nos mesmos.

Clientes dos planos de manutenção da TX Support podem solicitar um nº de alterações de conteúdos de páginas por mês. Lembrando apenas que essas atualizações não são cumulativas. Isso significa que caso o cliente tenha feito apenas uma atualização de uma única página num mês, as que não foram utilizadas não poderão ser solicitadas posteriormente. Cada atualização corresponde a 1 página redigida em Microsoft Word, com fontes no tamanho mínimo 11, com no máximo 10 imagens e 10 links.

Sim, desde que o site desenvolvido tenha a funcionalidade de painel de administração. Neste caso o cliente terá um nome de utilizador e password para entrar na área reservada do site e deste modo atualizar os conteúdos do mesmo.

As atualizações serão feitas no prazo de 3 dias úteis.

Nos planos que não contemplam acesso ao backoffice por parte do cliente, todas as alterações desejadas deverão ser solicitadas por email com um custo associado por página para a alteração de conteúdos já existentes e por cada nova página.

Domínios e alojamento web

É o local onde o seu site fica armazenado. Um site nada mais é do que um conjunto de ficheiros composto por códigos e imagens, devidamente programados para funcionarem corretamente.

Para o funcionamento do site é necessário que esses ficheiros fiquem guardados num computador (servidor de alojamento) que permita que qualquer pessoa em qualquer parte do mundo possa aceder.

Não, a TARGX já oferece a primeira anuidade do serviço de alojamento com as seguintes características:

  • espaço em disco 20Gb
  • tráfego mensal ilimitado
  • contas de e-mail

Registar um domínio é na verdade o endereço da sua empresa na internet. É fundamental para o fortalecimento da identidade digital da sua empresa, pois ela é a extensão do seu espaço físico no meio digital. De preferência deve ter um nome fácil e pequeno, de preferência o nome da empresa, como por exemplo: www.asuaempresa.pt

Sim, a equipa da TARGX faz o registo do domínio, em seu nome, sem nenhum custo adicional.  Oferta da primeira anuidade do seu novo domínio na adjudicação do serviço de Criação de Website/Ecommerce.

Sim, apenas é necessário direcionar o seu domínio para o nosso servidor. A nossa equipa enviará as informações necessárias e prestará todo o apoio necessário para realizar este procedimento.

Os nossos servidores realizam backups diários automáticos todas as 24h por questões de segurança. Asseguramos a reposição gratuita para a versão do último backup realizado no caso de desconfiguração das respectivas contas provocada por anomalia técnica ou ataque por pirataria informática.
Sempre que o cliente solicite a reposição de um backup por sua vontade, esta terá um custo de 55€ + IVA.

Google Ads

Não existe valor mínimo para anunciar, mas é necessário ter em conta que para ter um bom posicionamento precisamos ser competitivos. Existe um indicador de performance que se chama quota de impressão, esta métrica permite saber a percentagem de vezes que os anúncios estão a ser apresentados com as pesquisas relacionadas com as suas palavras-chave. Quanto mais segmentações de público, maior é o valor necessário investir para conseguir cobrir todas as pesquisas.

O controlo do investimento é feito diretamente na ferramenta e pode ser acompanhado em tempo real à medida que as campanhas vão recebendo cliques durante o dia, neste ponto os valores de orçamento diários já devem estar definidos na criação de campanha.

Uma boa dica é calcular o orçamento mensal disponível dentro da estratégia de marketing da empresa e ajustar esse valor dividindo por 30,4 (média de dias do mês ao longo de um ano).

Se alguém clicar no anúncio o clique não irá custar mais do que o lance máximo do custo por clique (ou CPC máx.) definido. Por exemplo, se for definido um lance de CPC máximo de €2,00, não irá pagar mais do que esse valor por cada clique que receber no anúncio.

Com um lance mais alto é provável que o seu anúncio apareça numa posição mais elevada na página do Google.

O Google apresenta até 4 anúncios no topo da página de resultados de pesquisa. Este é um espaço privilegiado e possui uma taxa de cliques altíssima em comparação com o fundo da página.

O Google posiciona nessa área anúncios que possuem um índice de qualidade alto e com um valor máximo por clique suficiente para aparecerem em destaque.

O Índice de Qualidade é uma das variáveis que determinam o posicionamento de um anúncio no Google. A cada pesquisa feita por um utilizador no Google, ocorre um leilão instantâneo para determinar quais são os anunciantes que vão aparecer para aquela pesquisa e em que posição.

Quanto maior o índice de qualidade de um anúncio, menor o valor a ser pago para que o anúncio permaneça na mesma posição. Se o anunciante optar por manter o seu lance, a tendência é o anúncio subir de posição à medida que o índice de qualidade aumenta.

O Índice de Qualidade é influenciado por uma série de variáveis, como a taxa de cliques do anúncio (CTR), relevância da Landing Page (página de destino) ao anúncio e o histórico do índice de qualidade das palavras-chave desde a criação da conta.

O Google emite faturas de todos os valores cobrados durante o mês. As faturas ficam disponíveis até ao quinto dia útil de cada mês.

Redes Sociais

As vantagens são inúmeras e vão desde aumentar as vendas a conquistar a confiança do seu cliente para uma nova marca.

Quando falamos em redes sociais, referimo-nos a um público de milhões de utilizadores ativos. Praticamente toda a população está conectada a pelo menos uma rede social. Todas elas servem um único propósito: aproximar pessoas. Contudo, cada rede social conta com uma particularidade diferente. 

Atualmente, as redes sociais são um valioso recurso para o consumidor, já que é nelas que eles encontram opiniões de outros consumidores sobre produtos e serviços. É preciso construir uma relação e fazer com que ele se identifique com a sua empresa e queira receber as suas novidades.

As redes sociais servem para que você consiga passar a sua mensagem permitindo uma comunicação horizontal e aumentar a sua visibilidade no mercado.

A frequência de publicação depende do seu público e da rede social. Um aspecto importante, é a qualidade das publicações e não a quantidade, não é pelo cansaço que o seguidor vai comprar o seu produto ou solicitar o seu serviço. Se o utilizador acompanha ou encontrou a sua página, ele quer receber um conteúdo relevante que se encaixe no universo que a sua marca abrange. 

Facebook: rede super dinâmica que proporciona ao utilizador múltiplas formas de comunicação. Como o número de pessoas que possuem conta é grande, o potencial para atrair clientes é alto. Frequência de publicação: ideal uma vez por dia ou três vezes por semana, dependendo da qualidade do conteúdo. 

Instagram: rede focada em imagens e vídeos, como os utilizadores têm acesso a uma timeline cheia de opções, é importante chamar atenção com o seu conteúdo. Frequência de publicação: uma ou duas vezes ao dia sendo indispensável realizar testes para saber em que horário e dia o seu público é mais ativo. 

Linkedin: diferente das outras redes, o linkedin não necessita de várias publicações diárias para atingir os utilizadores. Como é uma rede focada em objetivos profissionais, deve ter em mente que o tráfego concentra-se durante a semana. Frequência de publicação: como divulgado pela própria rede social, o ideal serão 20 posts por mês.

Se o seu foco está 100% na gestão do seu negócio e, apesar de não ter tempo para aprender a definir e a implementar uma estratégia de redes sociais numa estratégia de marketing digital integrada, quer explorar as magníficas possibilidades que as redes sociais trazem para o seu negócio, sim, faz todo o sentido contratar uma Agência para gestão de redes sociais.

Redes Sociais – Algo (Aparentemente) Fácil De Gerir

Muitas empresas, que têm redes sociais, consideram que a sua utilização passa apenas por criar uma página de Facebook e partilhar posts na mesma. Nesta perspetiva, realmente, não faz sentido ter uma agência para o fazer. Afinal, qual é a dificuldade?

O problema é que isto é apenas o aspeto mais básico da utilização das redes sociais, impedindo, muitas vezes, que a empresa tire o melhor partido das mesmas. E, o que acontece com frequência é que o tipo de comunicação passada pode não estar a ser feito da melhor forma, sem qualquer estratégia, o que acaba por não trazer resultados, e por vezes prejudica até a imagem da empresa.

Então, O Que Pode Fazer Para Melhorar A Sua Presença Nas Redes Sociais?

Cada caso é um caso, mas existem dicas que podem ajudar a sua empresa a tirar melhor partido das redes sociais como:

Planear a sua presença nas redes sociais

Na TARGX através da TX Marketing verificamos que a maior parte dos clientes que nos abordam para melhorar a sua presença digital, anteriormente tinham publicações nas redes sociais, mas não eram planeadas. Planear faz com que haja uma coerência nas publicações, na voz a ser utilizada, obriga a que estas sejam efetuadas de forma periódica e permite poupar algum tempo.

Definir da melhor forma o seu público-alvo

Muitas vezes as pessoas não pensam no público-alvo antes de publicar posts nas redes sociais da empresa, parecendo, quase, a sua página pessoal.

Por vezes, fugir ao tema pode ser até estratégico criar algum sentimento positivo. No entanto, é fundamental saber qual o seu público: o que gostam, o que procuram, como se comportam, quais as suas afinidades, os seus dados demográficos, etc. Este tipo de análise permite-lhe criar ou selecionar os conteúdos que lhe permitam atingir os objetivos / causar determinadas sensações, junto de quem lhe interessa.

Definir uma estratégia de conteúdos

O que é partilhado nas redes sociais e o que vai distinguir as empresas umas das outras? Conteúdos. Os conteúdos podem ter vários formatos, sendo os mais populares, texto, imagem, vídeo e áudio. Também podem ser um conjunto dos referidos anteriormente.

Ter uma estratégia permite-nos selecionar os conteúdos de forma a atingir um determinado objetivo e analisar a performance dos mesmos. Assim, tudo deixa de ser aleatório e começa a fazer sentido, quer para nós, quer para quem os lê!

Aproveitar as possibilidades de efetuar publicidade nas redes sociais

As redes sociais, devido à sua elevada capacidade de segmentação, permite fazer publicidade para pessoas que demostram interesse em produtos e serviços relacionados. No entanto, convém perceber pelo menos um bocado como funcionam estas plataformas, de forma a conseguir ter retorno do dinheiro investido.

Ter A Estratégia De Redes Sociais Integrada Numa Estratégia Global

As redes sociais são um canal de comunicação poderoso, mas devem sempre estar integradas numa estratégia mais global. Ter consciência de como a comunicação deve ser multi-canal, de que forma isso pode ser feito, pode fazer com que a utilização das redes sociais seja melhor aproveitada.

Por exemplo, é possível identificar pessoas que entraram no seu site através do Facebook, apresentar-lhes publicidade quando estas pesquisam por determinadas palavras-chave no Google ou visitam o blog, e estas acabarem por comprar produtos no website da sua empresa. Tudo começou nas redes sociais, mas foi uma estratégia multicanal que lhe permitiu que estas não perdessem contacto com a marca ao longo do caminho.

Umas das principais vantagens do marketing digital é a possibilidade de ser mensurável. É possível fazer alterações em tempo real, comparar com as configurações anteriores e definir qual delas é a mais eficaz, e assim aprender com os resultados. Para uma análise mais assertiva, é preciso definir quais são seus KPI’s, ou seja, os seus indicadores de performance. 

Exemplos: taxa de conversão, número de seguidores, interação do público etc, podem determinar se a sua ação de marketing teve sucesso. Para defini-los, é preciso analisar qual o tipo de negócio e qual o seu objetivo nas redes sociais. 

Não existe um horário certo ou dia para garantir que a sua publicação tenha sucesso, cada rede social apresenta um padrão que varia de acordo com os seus seguidores. O ideal é testar diferentes momentos e medir os resultados obtidos.

A sua estratégia é definida em conjunto com a equipa de Social Media da TARGX. Muitas vezes, as publicações com objetivo de interação são as que apresentam maior buzz, já que torna viva a conversa com os seus seguidores.

No entanto, é importante não se focar apenas nisso pois o número de gostos não define o sucesso da sua campanha. Procure ter sempre presente o objetivo da publicação e entender o seu público-alvo através dos comentários e mensagens que são enviadas para a sua página, é importante dar voz ao cliente e tirar insights do feedback recebido. Procure conhecer o seu público e falar a linguagem dele.

Depende qual é a sua estratégia, os seus objetivos e, principalmente, qual é o tipo de negócio e público. Existem diversos tipos de redes sociais, cada uma com foco em diferentes públicos. Mesmo assim, com uma boa estratégia, a sua marca pode interagir e estar presente de diferentes formas para os seus utilizadores.

Facebook: a rede social mais popular, focada em publicações com textos mais longos e fotos/vídeos, além de ser uma rede muito eficaz para criação de páginas de eventos.

Instagram: o foco principal desta rede são as fotos, as legendas são a única forma de publicar textos contudo, bem mais curtos comparando com o Facebook. As hashtags permitem um alcance maior das publicações, se forem assertivas de acordo com o público-alvo.

Linkedin: rede totalmente business e virada para o meio empresarial, maioritariamente para trocar experiências profissionais, divulgar novidades do mercado na área de atuação e fazer networking.